quinta-feira, 13 de outubro de 2011

GUERREIROS DA VERDADE- I : HÉLIO DE MENESES


Hélio e Valdenira Meneses

HÉLIO DE MENESES:
O GUERREIRO DO SENHOR JESUS
Líder do mais bíblico portal cristão do mundo de língua portuguesa:

Hélio por ele mesmo
Nascí em Fortaleza, em 03.01.44. Minha amada esposa chama-se Valdenira. Transbordamos de amor por nossos 5 filhos (2 já com Cristo) e 7 netos.
Sou Bacharel em Teologia, Engenheiro Civil (com experiência em construção de estradas e de casas), Mestre em Sistemas e Computação (UFPB), Master of Computer Science (University of Waterloo) e professor do Departamento de Informática da UFPB, em João Pessoa. Tenho publicado 2 teses e mais de 40 artigos em Engenharia de Software e em Inteligência Artificial, em conferências e revistas, nacionais e internacionais.
Eu e minha esposa éramos miseráveis pecadores cegos pelo romanismo e pelo espiritismo, mas Cristo nos salvou em 20.07.1974. Deus nos deu o privilégio de vermos nossa casa, em Campina Grande, ser usada para iniciar a Igreja Batista Fundamentalista de C. Grande, independente e inafiliada. Desde então, o maior privilégio meu e de minha esposa tem sido o de servirmos ao Senhor como professores de escola dominical. Valdenira também foi dirigente do coral, e eu tenho sido diácono e vice-moderador (às vezes tendo que assumir, quando o pastor-missionário voltava ao seu país). Ensinei várias disciplinas da Teologia Sistemática, em 3 Institutos Bíblicos. Tendo me transferido para João Pessoa, desde agosto.2000 sou membro da Igreja Batista Regular Emanuel, sob a liderança do Pastor João Pereira de Oliveira. Tenho escrito e traduzido centenas de artigos e dezenas de livros, tudo em defesa da fé- doutrina que, de uma vez para sempre, foi entregue aos santos, tendo publicado todos eles no meu site http://solascriptura-tt.org e no meu boletim solascripturatt@yahoogrupos.com.br, alguns deles tendo publicado também em papel. Outro trabalho meu é a Bíblia LTT (Literal do Texto Tradicional) Anotada, que mudarei de geocities para outro hospedador.

Hélio de Meneses e família em João Pessoa

COMO CRISTO ME SALVOU,
UM MISERÁVEL PECADOR CATÓLICO-ESPÍRITA.

Hélio de Menezes Silva, cerca 1976 - http://solascriptura-tt.org



Caro amigo,

Gostaria de aproveitar a oportunidade para compartilhar com você as 10 coisas mais importantes que ocorreram na minha vida:



1o - NÃO CONHECI A VERDADEIRA MENSAGEM BÍBLICA. Como criança, no sertão nordestino, fui criado no mais estrito e idólatra Papismo Romanista tradicional. Os padres e professores me cobriram com um monte de dogmas, de idéias falsas, de mentiras e engodos, de tradições e lendas infundadas. Ah!, como usavam o nome de Deus, mas nunca estudavam nem ensinavam, direta e única e judiciosamente, a Bíblia. Ao contrário, usavam apenas "catecismos", tradições, rituais vazios e vãs repetições, liturgias e festas vazias, e, no máximo, pequenos versos do Evangelho, isolados e "pré-digeridos".



2oTORNEI-ME ATEU, dos 13 aos 19 anos, ao descobrir, amargurado, a falta de alicerces no que me haviam ensinado, e a hipocrisia do clero assassino e prostituto, através dos séculos. Já cheio de orgulho, rebeldia e impiedade, estudei livros de teoria ateística e, "precocemente", adquiri certa fluência em defender o materialismo. Blasfemei de Deus, chamei todas as religiões de ópio e muleta dos fracos, pensando que eu era "o tal", eu era forte... Comecei a ler a Bíblia, somente na tentativa de melhor atacá-la, mas logo parei.



3o - CERTIFIQUEI-ME, MARAVILHADO DA EXISTÊNCIA DE DEUS entre 20 e 21 anos. Mas não foi pessoa humana que me convenceu, pois não o conseguiria. Só hoje eu sei que foi Deus quem me convenceu, enquanto me fez observar mais lucidamente, de coração sincero e aberto, a natureza, os astros e a formação dos seres vivos. Sozinho, chorei baixinho e pedi perdão a Deus, numa viagem ao Cariri sem eletricidade, olhando para o céu de uma noite sem nuvens.
Sl.19:1 "Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos."

Rm. 1:20 "Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis;"



4o - CONFUSO, PENDI PARA O ESPIRITISMO, ORIENTALISMOS, PARAPSICOLOGIA, EVOLUÇÃO TEÍSTICA, ETC. Todas as religiões estariam certas. Li muitos livros de espiritismo (Kardec, etc) Ioga, revistas pseudo-científico-espíritas (Planeta, etc), os anjos seriam astronautas, Jeová o comandante deles, etc, etc, etc. Esporadicamente, lia a Bíblia, principalmente o Velho Testamento.

Mas, após a morte, que seria, mesmo, da minha alma?
Em 1971, fui convidado e, "somente por educação", fui a um culto evangélico numa casa de uma quase favela; senti-me aquecido e até invejoso daquele amor fraternal, daquela paz, felicidade, certeza de salvação...; fiquei muito impressionado, nunca vira nada igual.

Em 1971/1972, minha esposa, na sua 4a gravidez, teve seríssimas complicações, com alta infecção renal que, por causa do feto, não podia ser combatida por antibióticos, nem ter exatamente definida sua causa, por raios X. Havia real, grande e constante perigo de morte para a mãe e o filho. Finalmente, num parto laborioso, nasceu nosso 4o filho. Era um menino lindo e grande, com quase 5 kg, mas nasceu laçado pelo cordão umbilical e teve que ficar na incubadora com constante assistência dos médicos.Vinte e quatro horas depois, quando os médicos garantiram "agora ele está 100% OK" -- meu filhinho morreu! Eu e minha esposa sentimos e choramos muito, mas sem revolta. Hoje, do fundo do coração, agradecemos a Deus por ter quebrantado nosso coração endurecido, usando o filho tão querido e que nunca esqueceremos, antes abraçaremos no céu.



5o - CERTIFIQUEI-ME DE QUE O ESPIRITISMO ERA ABOMINAÇÃO PARA DEUS E ABANDONEI-O.
Em fins de 1972, radiografias mostraram que minha esposa precisava sofrer uma delicada cirurgia renal. Deram-nos o endereço do Centro Espírita Tupyara, no Rio de Janeiro, conhecido pela pretensa realização de inúmeras tele-curas-espíritas em todo o Brasil. Descobrimos que, no nosso bairro, já tinha havido praticamente uma 1 tele-cirurgia-curativa em cada rua. Ora, como justificadamente temíamos a considerável possibilidade de morte na mão dos médicos, escrevemos ao centro espírita. Ele nos mandou, por carta, detalhadas instruções para a cirurgia espírita: tal dia, do próximo mês, às 22 horas, minha esposa deveria estar num quarto na penumbra, com camisola e lençóis brancos e esterilizados, com uma garrafa de água na mesinha de cabeceira. Espíritos cirurgiões localizariam nosso endereço e fariam a cirurgia sem dor, deixando apenas finíssima cicatriz. A água adquiriria extraordinárias propriedades medicinais e deveria ser tomada 1 gole 3 vezes ao dia. Haveria 2 sessões de curativos, 7 e 14 dias após a cirurgia espírita. Tudo estava acertado, mas começamos a ficar inquietos e preocupados com tudo aquilo. Comecei a ler a Bíblia com minha mulher, 1 ou 2 horas por dia . Sem saber porque, esperei o fim de um culto noturno e abordei o Pastor da 1a Igreja Batista, em João Pessoa, que levou-me à sua casa e deu-me um livro sobre espiritismo.

Deut. 18:10-12 "Entre ti não se achará quem faça passar pelo fogo a seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro; Nem encantador, nem quem consulte a um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos; Pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao SENHOR; e por estas abominações o SENHOR teu Deus os lança fora de diante de ti."
Is. 8:19 "Quando, pois, vos disserem: Consultai os que têm espíritos familiares e os adivinhos, que chilreiam e murmuram: Porventura não consultará o povo a seu Deus? A favor dos vivos consultar-se-á aos mortos?"
Deus nos convenceu que Ele abomina a consulta aos mortos, amaldiçoa os que praticam qualquer forma de espiritismo. Discuti o assunto com a avó de minha mulher, médium proeminente da cidade, e com toda sua família. Não souberam o que dizer, por isto nos levaram para discutir o assunto com o presidente da Federação Espírita do Estado, expoente teórico do espiritismo paraibano, que deveria arrasar meus argumentos. Armei-me com a Bíblia e fui para a batalha de uns 90 minutos, na própria sede da Federação. Ao final, não podendo contradizer a Bíblia, o presidente fora de controle, gritou-me que eu ficasse com a Bíblia, mas ele não aceitaria proibições deste livro contra o "caridoso e supremo ato de comunicação com espíritos". A noite seguinte seria aquela da cirurgia espírita, e eu e minha esposa decidimos ser melhor obedecer a Deus, até mesmo morrendo nas mãos dos médicos, do que desobedecer, mesmo que o Diabo realmente fizesse aquela cura. Ficamos acordados até depois da meia-noite, pedindo que Deus nos perdoasse pelo que tínhamos intentado fazer e, também, que nos guardasse dos demônios que, sentíamos, queriam nos envolver. Só fomos dormir quando conhecemos que as trevas tinham sido afastadas.

Em inícios de 1973, minha mulher, com pleno sucesso, fez a cirurgia renal. Infelizmente, eu guardava do espiritismo ainda muita idéias, como a da reencarnação, a lei do Karma, etc. Nesta época, eu tinha sociedade num posto de gasolina muito pequeno, e estava fazendo um trailer, creio que o 1o do meu estado. Um dia, um carro ia saindo do posto e percebi que ele tinha um pino de engate para trailers. Corri e alcancei o carro. O motorista, com sotaque americano, realmente tinha um trailer e acertamos para futuramente ele mo mostraria. Uma semana depois, um empregado do posto disse que aquele americano tinha passado lá, na minha ausência, deixando-me um folheto. Quando o abri, vi que era de crentes, com o título "Não Creiais a Todo Espírito". Eu tinha um certo desprezo pelos crentes, por isto amassei o folheto e empurrei-o no cinzeiro do carro. Um ou dois dias depois, porém, desenterrei-o, li-o, e fiquei vivamente impressionado.
Heb. 9:27 "E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo,"

Assim, abandonei completamente o espiritismo. Mas tinha ainda muita confusão na minha mente, e perguntava-me, angustiado, que destino teria minha alma. Comecei a ler a Bíblia, começando a aceitá-la literal e integralmente e a entender muita coisa que antes não entendia, mas grifando e anotando alguns pontos para discutí-los, agressiva e desafiadoramente, todos os sábados à tarde, na própria casa do pastor Charles, aquele americano do trailer. Passava a semana me preparando para "embatucar" aquele homem, mas eu é que voltava embatucado pelo Espírito de Deus usando Charles que, muito polida e carinhosamente, me mostrava e pedia para eu ler, em voz alta, passagens da Bíblia que arrasavam completamente com meus argumentos, minha empáfia e rebeldia.



6o - CONVENCI-ME DE QUE ERA UM PECADOR, PERDIDO, CONDENADO AO INFERNO, UMA REALIDADE. (Admitir isto foi a coisa mais difícil da minha vida)
Rm 3:10-12 "Como está escrito: Não há um justo, nem um sequer. Não há ninguém que entenda; Não há ninguém que busque a Deus. Todos se extraviaram, e juntamente se fizeram inúteis. Não há quem faça o bem, não há nem um só."

Rm 3:23 "Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus;"
Ap 21:8 "Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte."



7o - CRI EM CRISTO, não só que existiu, mas que Ele (e só Ele) podia salvar-me e gratuitamente. Confiei, apoiei-me nele, aceitei essa salvação, mesmo sem entender "tudo", como queria.


Jo 3:16 "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna."

Jo 3:18 "Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus."

Jo 5:24 "Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida."



8o - CONFESSEI CRISTO COMO SALVADOR, com minha esposa, ao cair da tarde de um sábado, dia 24.07.74, ajoelhado no piso da casa do pastor Charles.
Rm 10:9-10 "A saber: Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação."



9o DEUS ME DEU A CERTEZA DE SALVAÇÃO, completa, eterna, gratuita, incapaz de ser perdida, independente das minhas obras.
Rm. 8:38-39 "Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor."

Jo 10:28-29 "E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão. Meu Pai, que mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las da mão de meu Pai."



10o - HOJE SOU SALVO, CRENTE, (interna e eternamente) FELIZ. Eu, minha esposa e meus filhos temos paz e felicidade reais. Temos a certeza de que, morrendo hoje, estaremos imediatamente na presença de Cristo. Não tememos o futuro, a morte, a eternidade. Pelo contrário, ansiamos por ela, "PORQUE PARA MIM O VIVER É CRISTO, E O MORRER É LUCRO".
Fp 1:21 "Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho."


Ah! Meu querido amigo! Meu querido amigo! Com nosso coração queimando de amor e lágrimas, nós lhe convidamos: aceite a salvação de Cristo, agora mesmo, aí onde você está. Leia a Bíblia. Abra as portas do seu coração. Não que Cristo, ou mesmo a minha igreja ou eu precisemos de você ou alguma coisa sua, querido amigo: é você que precisa desesperadamente de Cristo. Não lhe peço que aceite a minha igreja. Não lhe peço que faça um favor a Cristo ou a mim, e sim que faça o maior dos favores a você mesmo. Salvar-se!!! Que tem você a perder, exceto sua perdição eterna?!!! Aceite Cristo. Aceite a sua promessa. Aproprie-se da certeza de salvação, "POIS QUE APROVEITA AO HOMEM GANHAR O MUNDO INTEIRO, SE PERDER A SUA ALMA?" (Mt. 16:26)


Diga a Deus, com toda sua sinceridade: "Ó Senhor Deus, Jeová, criador de tudo e de todos: Sei que sou um pecador miserável. Sob esta capa de respeito e felicidade e até religiosidade, ninguém pode estar mais perdido e merecer mais a condenação no inferno eterno do que eu. Por mim mesmo, eu nada posso fazer para minha salvação. Mas deposito agora toda minha fé e confiança em Ti, na Tua Palavra, e no Teu Filho Jesus, crendo e confiando cabalmente que Ele é o Cristo, o Filho de Deus, que morreu pagando meus pecados e em meu lugar. Ó meu Deus, recebo agora o Teu Filho Jesus como único Salvador e total Senhor (dono e controlador) de minha vida. Ah, meu Deus, Tu não mentes em nada. E, como disseste que, se eu depositasse toda minha fé só no Filho e nas Tuas palavras, eu estaria salvo, para sempre, estou certo agora da minha salvação. Louvado sejas, Senhor. Amém."
Procure-nos ou escreva-nos. Teremos enorme prazer em saber da sua salvação ou de conversar sobre o assunto com você.

Leia a Bíblia. Creia nela, pois é a Palavra de Deus.

Procure a Igreja de linha anabatista - batista que tenha linha realmente fundamentalista e regular e bíblica e independente e tradicional, e que lhe seja mais próxima. Uma igreja que seja fiel guardiã da Palavra de Deus, da sã doutrina, e tenha bom testemunho público.

Hélio de Menezes Silva

ARTIGOS DE FÉ


Hélio de Menezes Silva, 1999 - http://solascriptura-tt.org

Declaramos solenemente que cremos e ensinaremos que:

Artigo 1. A Bíblia (nos seus 66 livros) é plena, exclusiva, verbal, inerrável e infalivelmente inspirada por Deus (Rm 15:4; 2Tm 3:16-17; 2Pd 1:21), sendo ela nossa única regra de fé e prática.

Art 2. A Bíblia, conforme prometido por Deus, foi plena, exclusiva, verbal, inerrável e infalivelmente preservada por Ele (Sl 12:6-7; 19:7-8; 119:89; 138:2b; Is 40:8 = 1Pd 1:25; Mt 4:4; 5:18; 24:35 = Lc 21:33; Lc 16:17). Sendo para nosso proveito, esta preservação tem que ter sido aqui na terra. Sendo perfeita, esta preservação tem que ter sido contínua, em uso, uso incessante, pelos fiéis (perseguidos por Roma, através dos séculos). Somente o Texto Massorético (V.T.) e o Texto Tradicional (N.T.) satisfazem tudo isto Foi a providência de Deus que obrou tal feito. (O Texto Tradicional [TT] também é chamado de Receptus, Recebido, Bizantino, etc. Serviu de base a todas as Bíblias da Reforma: King James Version 1611, Almeida 1681 e 1753, etc.)

Art 3. Temos nas mãos a pura Palavra de Deus, em Português, somente nas traduções do TT feitas competentemente pelo método de equivalência formal, fiel, literal, e palavra por palavra. Portanto, atualmente, somente recomendaremos e usaremos em culto público (e em nosso site e em nosso grupo) a ACF ("Almeida Corrigida e Fiel, da SBTB"). As ACF (melhor) e ARC (Almeida Revista e Corrigida, idealmente até 1894, no máximo até a edição IBB-1948, não a SBB-1995) são as únicas Bíblias impressas que o crente deve usar, pois são boas herdeiras da Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753), a qual foi usada por Deus para libertar os povos de fala portuguesa das trevas do Romanismo para o Evangelho de Cristo. Abominaremos todas as traduções feitas por paráfrase ou pelo método de equivalência dinâmica.
Art 4. Cada verso da Bíblia deve ser interpretado literal-gramaticalmente (e, também, levando em conta seu contexto).

Art 5. O plano de Deus, desde a eternidade passada até a futura, tem 7 dispensações (da do Éden até a do Reino dos Céus), é importantíssimo que cada verso da Bíblia também deva ser interpretado sob esta luz.

Art 6. Há um único Deus, o da Bíblia, único em natureza e substância, vivo e verdadeiro, indivisível, em 3 pessoas distintas e eternas -- o Pai, o Filho, e o Espírito Santo -- em quem cremos, constituindo a Trindade (Mt 28:19; 2Co 13:14; 1Pd 1:2).

Art 7. O Deus triuno criou o universo visível e invisível em 6 dias literais (além da teoria da evolução, recusamos a da brecha), o homem foi criado à imagem e semelhança do Deus triuno, tem uma alma imortal, e a queda de Adão nos arrastou junto, fazendo-nos mortais, separados de Deus, miseráveis pecadores (Gn 1:1,26; Sl 33:6; Is 40:25-26; 45:18; Rm 3:23; 5:12).

Art 8. O Espírito Santo, em quem cremos, é uma pessoa, uma das 3 pessoas da unidade de Deus. Ele chama, regenera, habita- batiza- sela- preserva o crente, desde o instante da salvação, por toda a eternidade, e controla- enche o salvo, à medida em que este busca e se entrega a Deus, para frutificar e para a obra do Senhor (João 14:16-17,26; 1 Co 12:3; 6:19-20; Ef 1:13-14 // Rm 8:9; 1 Co 12:13; 2 Co 1:22).

Art 9. Jesus Cristo, em quem cremos, sempre foi, é, e sempre será 100% verdadeiro Deus; foi miraculosamente gerado do Espírito Santo; a partir daí e em paralelo com ser 100% Deus, foi, é, e sempre será 100% verdadeiro homem; foi nascido de Maria quando ela ainda era virgem. (Mt 1:18-25; Lc 1:26-35).

Art 10. Cristo deu Sua vida, deixando Seu sangue ser derramado expiatória e vicariamente para salvação de todo o que nEle crê (Is 53:4-5; 1 Co 1:23-24; 15:3).

Art 11. Corporalmente: Cristo ressuscitou; ascendeu ao céu; voltará, antes da Tribulação, para arrebatar todos os salvos; e voltará, ao final da Tribulação, para estabelecer Seu Reino Milenar sobre esta Terra (Mt 28:1-10; Lc 24:1-12; João 20:1-9; At 1:10-11; 1 Co 15:3-8; 1 Ts 4:16-17; Ap 20:1-6).

Art 12. Para ser salva, a alma precisa nascer de novo. Esse novo nascimento não depende de batismo ou quaisquer obras, mas da graça de Deus, através da verdadeira fé com arrependimento, depositada única e suficientemente no Jesus da Bíblia como o ungido de Deus, o Senhor, a quem recebeu tanto como pessoal Senhor quanto como pessoal Salvador que derramou seu sangue para remir seus pecados (João 3:3,5,7; At 16:30-31; Ef 2:8-9; 1 João 1:7).

Art 13. O salvo é garantidamente preservado por Deus. Uma vez (realmente) salvo, sempre salvo (João 5:24; 10:28,29; Rm 8:1,38-39; 2 Co 1:21-22; Ef 1:4-5; Fp 1:6; 2Tm 1:12; He 7:25; 1Pd 1:5 // Sl 89:30-31).

Art 14. Após crer e ser salva, cada pessoa deve pedir e submeter-se ao batismo (completa submersão em água, uma só vez, em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo), exteriorizando, assim, que já experimentou a morte e sepultamento e ressurreição em Cristo, com elas se identificou, já tendo se arrependido, nEle crido nos moldes de toda a Bíblia, e a Ele recebido como único e total e suficiente Salvador e Senhor (Mt 28:18-20; Rm 6:4; Cl 2:12).

Art 15. Todo salvo deve separar-se das práticas mundanas e pecaminosas, para uma vida de santificação e utilidade ao Cristianismo (Rm 12:1-2; 1Ts 4:3-5; 1Pd 1:15-16). Em particular, abominamos e ensinaremos os crentes a abominarem: Todas as modalidades de prostituição, fornicação, adultério, e homossexualismo; Assistir/ ler/ ouvir: obscenos cinema/ tv/ teatro/ espetáculo/ livro/ revista/ disco/ fita/ etc.; Danças; Jogos de azar; Qualquer uso de bebidas alcoólicas, fumo, e outras drogas; Ligação com sociedades secretas; Vestes ou atitudes sensuais ou escandalosas, que estimulem à luxúria (maiôs devem ser inteiros, compostos, não colantes- brancos- transparentes- reveladores; roupas de banho masculinas devem ser calções também compostos, não colantes- brancos- transparentes- reveladores; vestidos e saias devem chegar aos joelhos; calças femininas não devem ser justas e reveladoras, nem unissex/ masculinas; ambos os sexos não devem usar shorts e colantes, mas podem usar bermudas folgadas indo até próximo dos joelhos; vestidos, blusas e camisas não devem ser decotados, justos, transparentes, reveladores).

Art 16. Todo salvo deve ter posição denunciadora e COMBATIVA, separando-se totalmente daqueles que, mesmo crentes, praticam ou não se separam daqueles que praticam mesmo os mais sutis e disfarçados erros doutrinários (Am 3:3; Rm 16:17-19; 2Co 6:14-17; Gl 1:6-9; 2Ts 3:6,14; 1 Tm 6:5; 2 Tm 2:15-19; 3:1-5; 4:1-5; Tt 3:10; 2 Jo 7-11). Em particular, abominamos e ensinaremos quantos pudermos a abominarem: os erros do modernismo teológico, do ecumenismo, da nova-era, da renovação carismática- pentecostal (Jó 2:6-7; 1Co 14:21-22; 2 Co 12:7,12; 2 Tm 4:20), inclusive seu estilo de música erradamente chamada evangélica, mas que não é realmente sagrada e espiritual, com os ritmos, as contra-batidas, os sincopados, os estilos ora intimistas- emocionalistas ora agitados, os sensuais esculpir e deslizar das vozes, as palmas, os balanços de corpo, etc., tudo tendo os cheiros e agradando a carne e o mundo (1 Co 14:26; Ef 5:18-19; Cl 3:16-17 // Rm 8:5-8; Tg 4:4 // Rm 12:1-2; 8:5-8; 6:1-16; 13:14; 14:7,13,21; 1 Co 6:12; 8:9,12-13; 10:23,31-33; 14:20; Gl 6:7-9; Cl 3:1-2,5; 1Ts 5:22; Tg 4:4 ).

Art 17. Todos os crentes verdadeiros do N.T. estarão futuramente unidos em uma só igreja local, “a igreja que é o corpo de Cristo” (1 Co 12:13; Gl 3:26-28; Ef 2:13-14; Cl 3:11-14). Mas isto não implica nem em identificação nem cooperação supra, nem inter, e nem a-denominacionalista.

Art 18. Todo crente deve tornar-se membro e servir a Deus atuantemente em uma igreja local, que é uma assembléia de pessoas que creram, foram salvas, foram imersas, se reúnem regularmente para louvar e adorar somente ao Deus Trino, sustentá-la liberalmente e por gratidão, orar, celebrar a ceia do Senhor (memorial, achegada ("close", meio termo entre fechada e aberta), com pão e suco de uva ambos não fermentados), ter comunhão, submeter-se à disciplina e, enfaticamente, pregar e estudar toda a Palavra de Deus, edificar os salvos, pregar o Evangelho e salvar almas por todo o mundo (At 2:41-47; 20:17; Rm 6:4; 1Co 1:2; Cl 2:12; Hb 10:25), sendo governada pelo Espírito Santo através do voto da grande maioria dos seus membros atuantes, adultos e não sob disciplina, reunidos em assembléia (At 6:5-6; 15:22).

Art 19. A igreja local é soberana, não reconhecendo sobre si nenhuma autoridade de órgãos eclesiásticos ou governamentais, aceitando unicamente a Cristo como o seu cabeça e o Espírito Santo de Deus como o seu guia (Rm 8:14-15; Ef 1:22-23; 5:23).

Art 20. Igrejas e Estado são separados e independentes (Mt 22:21). Cada crente deve honrar o Estado, suas leis e as autoridades sobre ele, em tudo que não conflite com a Palavra de Deus (Rm 13:1-7; Fp 3:20-21; 1Pd 2:13-14).

Art 21. A igreja local tem apenas dois tipos de oficiais: pastores e diáconos (At 20:1,28; 1 Co 4:1,2; 1Tm 3:1-10; He 13:7,17). A mulher pode nobremente ensinar / pregar a Bíblia a mulheres, crianças e jovens (Tt 2:3-4), mas nunca, publicamente, a homens adultos, e não pode ter ou exercer os ofícios de pastor nem diácono (At 6:3; 1Co 14:34-37; 1Tm 2:11-12; 3:2,12). Isto não pode ser “driblado” por subterfúgios.

Art 22. Os crentes, ao morrerem, vão imediatamente para o Céu, para conscientemente gozarem bem-aventurada eternidade com o Senhor (Lc 16:22,25). Os descrentes, ao morrerem, vão todos para o Inferno, um lugar literal, de consciente, merecido, literal, inescapável, suplício (igual para todos) (Lc 16:23-26). Dali só sairão ao final do Milênio, formando a segunda ressurreição, para serem julgados no julgamento do Grande Trono Branco (Ap 20:11-15), quando todos terão suas sentenças condenatórias (diferenciadas, Lc 12:47-48; Rm 2:5-6) decretadas e serão atirados ao Lago de Fogo, um lugar literal, para ali (juntamente com Satanás e seus anjos, com a morte e o Inferno) sofrerem consciente, merecido, literal, terrível, inescapável, eterno suplício (Mt 25:46; Mc 9:47-48; Ap 14:10-11).

Art 23. Todos os mortos ressuscitarão corporalmente (Dn 12:2; João 5:28-29), em ocasiões diferentes. Os crentes receberão um corpo glorificado e consciente, e gozarão bem-aventurada eternidade com o Senhor (1Ts 4:13-17). Os descrentes, no Julgamento Final (no Grande Trono Branco), serão todos condenados e lançados no Lago de Fogo, para sofrerem merecido, literal, terrível, eterno suplício proporcional às suas más obras e dureza de coração, em função da luz que tiveram (consciência, Palavra de Deus, testemunhos, etc.) (Ap 20:11-15).

Art 24. Deus criou incontáveis anjos. Lúcifer, o maior deles, caiu no pecado da soberba e rebeldia, transformou-se em Satanás, levou 1/3 parte dos anjos, que caíram e transformaram-se em demônios, e fez Adão e Eva caírem, e nós com eles. Os crentes devem se guardar contra as influências e setas e armadilhas de Satanás, mas não podem ser possuídos por ele nem seus demônios. Estes e Satanás serão todos julgados e lançados no Lago de Fogo. (Gn 28:12; 32:1; Ex 23:20; 32:34; Jó 1:6; Sl 2:1; 34:7; Is 14:9-15; Ez 28:12-17; Mt 4:10; Lc 9:10; 10:17-18; 22:31; 1Co 10:21; Tg 2:19; Ap 12:4; 20:10).

Art 25. Cremos que estes Artigos de Fé são irrevogáveis diante das Escrituras Sagradas (Gl 1:8-12; Ef 4:13-14; 1Tm 4:16).

João Pessoa, 06 de fevereiro de 1999.






Post Script (abril.2006):
Minha posição sobre eleição - chamamento - predestinação está em http://solascriptura-tt.org/SoteriologiaESantificacao/2PreconhecimentosSalvos3Chamamentos-Helio.htm. Quanto aos meus site e boletim, por um lado não dou 1 mm de espaço a quem quiser pregar dúvidas que "uma vez realmente salvo, então o crente pertencente à dispensação das assembléias está sempre salvo"; mas, por outro lado, há margem para um calvinista moderado de 5 pontos defender sua posição com profundidade, e para outra pessoa não calvinista de 5 pontos fazer o mesmo, mas ambos em artigos impessoais (não voltados um contra o outro) com muita cortesia cristã e somente 1 vez por ano, para evitarmos longos e infrutíferos debates que podem descambar em amarguras.

Minha posição sobre divórcio e recasamento está em http://solascriptura-tt.org/VidaDosCrentes/ResumoCoy2.6DivorcioRecasamento-HelioNira.htm. Quanto aos meus site e boletim, por um lado não dou 1 mm de espaço a quem quiser pregar incentivando ou diminuindo o horror do divórcio, mas, por outro lado, há estreita margem para pequenas diferenças sobre como tratar alguém que se divorciou no passado, depois ele e seu ex-cônjuge casaram com outras pessoas, e agora querem ser membros de nossa igreja. Partidários de diferentes posições quanto a isto podem escrever com profundidade, desde que o façam em artigos impessoais (não voltados um contra o outro)com muita cortesia cristã e somente 1 vez por ano, para evitarmos longos e infrutíferos debates que podem descambar em amarguras.

Post Script (abril.2007)
O boletim SolaScripturaTT adotará a seguinte posição:
De mulheres (mesmo com a melhor doutrina super-batista, super-fundamentalista, super-TT, super-separatista do ecumenismo e pentecostalismo e música cristã dançável), poderemos, talvez, aceitar artigos evangelizando descrentes e artigos denunciando seitas e heresias e erros (inclusive erros de versões), e artigos de mulheres ensinando mulheres e crianças ou adolescentes. Mas não aceitaremos artigos que, pela natureza, poderiam [potencialmente] ser sermões pregados para crentes em geral, pior ainda se tais artigos incluírem repreensão e ensino doutrinário e comportamental a homens adultos, crentes.

Resumo Curto (out.2007): Minha posição é:
Batista
(
relembre o acróstico "batistas":
[B]íblia como única regra de fé e prática;
[A]utoridade exclusiva de Cristo como o Cabeça da Igreja;
[T]emos apenas dois tipos de servos- oficiais: pastores e diáconos;
[I]mersão (batismo) e Ceia são as únicas ordenanças para a igreja local;
[S]acerdócio individual de cada crente;
[T]odos os membros têm que antes ter sido regenerados e batizados;
[A]utonomia da igreja local, independente e visível, não existindo "igreja universal e invisível";
[S]eparação entre a Igreja e o Estado, e da heresia

),
bíblico,
literalista,
dispensacionalista,
evangelista,
missionário,
amoroso em verdade,
nesta dispensação das assembléias locais, "uma vez realmente salvo sempre salvo",
só Bíblias do T.Massorético + T.Receptus (KJB, ACF, ARC 1894),
só igreja local independente,
premilenarista,
pretribulacionista,
criacionista,
separando igreja- estado.
E fundamentalista, isto é, separatista em total guerra contra o pecado e o erro, anti-liberalismo, anti-modernismo teológico, anti-ecumenismo, anti-pentecostalismo, anti-teologia da prosperidade, anti-pragmatismo religioso, anti-propósitos de Rick Warren, anti-música sincopada com contra-batidas ou com sensuais esculpir/ deslizar de vozes, etc.




Nenhum comentário:

Postar um comentário